Perpétua Almeida fala da volta ao parlamento e garante defesa dos trabalhadores Acreanos

Perpétua garante que focará sua luta na defesa dos interesses dos trabalhadores. Será um mandato de grandes embates.

Afastada do parlamento desde 2014, quando disputou e perdeu eleição para o Senado da República, Perpétua Almeida (PCdoB) disse estar preparada para os novos embates agora que assumirá uma cadeira na Câmara Federal. 

“Vamos ter um trabalho muito grande na defesa dos trabalhadores, na defesa do emprego, defesa do desenvolvimento do País e do Estado. Então, vai ser um mandato que não será diferente dos outros quando já defendíamos essas bandeiras. Vai ser um mandato de muitas lutas, ouvindo muitas pessoas”, pontuou a parlamentar.

Perpétua Almeida não é nenhuma novata no Parlamento Federal. Ela exerceu outros três mandatos como deputada. Também foi vereadora por Rio Branco por um mandato.

Nos últimos quatro anos, Perpétua Almeida esteve no Ministério da Defesa, oportunidade em que desenvolveu função fundamental para os interesses do Brasil e do Acre.

Agora, porém, deve se deparar com uma Câmara dos Deputados renovada, mas com feições bastante conservadoras e um Governo Federal com características fascistas. 

“Vamos enfrentar esses embates à medida que vierem. Eu sempre tive uma posição muito firme na defesa da democracia e tem algumas coisas que não podemos abrir mão de jeito nenhum, como a defesa dos direitos individuais, das liberdades religiosas, dos direitos dos trabalhadores, da defesa das mulheres, entre outros. Então, à medida que vierem, a gente vai enfrentando com a mesma garra.”

PCdoB fortalecido no Acre

A vitória de Perpétua Almeida para deputada federal foi importante para o PCdoB no Acre. Junto com ela, também se elegeu o seu marido, Edvaldo Magalhães, como deputado estadual, além do médico Jenilson Leite, que se reelegeu deputado estadual.

O trio deve priorizar o fortalecimento da legenda na capital e no interior visando as eleições municipais de 2020.