Pais esperam mais de 12 horas para matricular filhos em escola do Acre

Mais de 11 mil alunos devem ser matriculados para os níveis infantil e fundamental. A rede municipal de ensino estabeleceu o sistema de zoneamento para matricular os alunos.

As matrículas nas escolas da rede municipal de ensino de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, se encerram nesta sexta-feira (11) e mais de 11 mil alunos devem ser matriculados para os níveis infantil e fundamental.

A Secretaria Municipal de Educação garante que existem vagas para todas as crianças para todas as séries, mesmo assim, em algumas escolas, muitos pais aguardaram mais de 12 horas em filas para conseguir uma vaga.

O período de matrícula teve início na segunda-feira (7) e, logo no primeiro dia, as filas foram extensas em várias escolas. Na Creche Margarida Pedreira, a procura foi tanta que nesta quarta (9), muitos pais começaram a chegar às 18h para ser atendidos a partir das 7h desta quinta-feira (10).

Outros contaram com apoio de amigos para garantir o lugar na fila durante a noite inteira. Jhonatan Gomes chegou na escola às 18h30 do dia anterior e permaneceu até as 8h desta quinta para reservar o lugar de uma amiga que preferiu matricular o filho na creche que fica no bairro da Cobal.

“Quando cheguei aqui já tinham outras pessoas que chegaram antes que eu e, quando foi depois da meia-noite, começou a chegar e foi chegando gente até agora de manhã”, disse Gomes.

A preferência por determinadas escolas leva os pais a encarar a longa espera para conseguir matricular o filho. Segundo eles, a prioridade é para as unidades que são consideradas por eles com melhor qualidade no nível educacional.

“Essa escola é considerada de melhor ensino aqui na cidade, meu filho já estuda aqui há alguns anos e eu vim em busca de uma vaga para meu primo que veio de Rio Branco. Eu considero uma escola de ensino muito bom”, avalia a dona de casa Ileane Oliveira, que chegou às 4h e só foi atendida às 8h.

Em Cruzeiro do Sul, a rede municipal de ensino estabeleceu o sistema de zoneamento para matricular os alunos. Portanto, os pais devem procurar as unidades mais próximas de suas casas para fazer a matrícula, mas, sem sempre isso acontece.

O secretário de Educação, Amarísio Saraiva, afirma que não há motivos para que os pais passem à noite em filas para conseguir uma vaga, pois o município tem estrutura suficiente para atender todas as crianças que estão nos ensinos infantil e fundamental. Ele também garante que a qualidade de ensino é nivelada em todas as escolas do município.

“Com isso, algumas escolas estão ficando obsoletas, pois os pais estão deixando de matricular os filhos em escolas mais perto porque quer matricular em escolas que ele acha que tem uma qualidade de ensino melhor. Mas, isso não é necessário, pois o nosso plano de educação é feito para todas as escolas, e, apesar de existir a diferença na dedicação de cada equipe gestora e o compromisso dos servidores, a formação que se dá para todos os professores é igualitária”, esclarece Saraiva.

De acordo com a secretaria, em Cruzeiro do Sul existem 103 escolas municipais que têm estrutura para atender mais de 13 mil alunos. Em 2018, mais de 11 mil alunos foram matriculados na segunda maior cidade do Acre.

“Não tem aluno em Cruzeiro do Sul que não vá estudar por dizer que não encontrou vaga. O sistema tem condições de matricular, além do que número do ano passado, de 1,5 a 2 mil alunos sem nenhum problema”, garante o secretário.

O ano letivo nas escolas municipais de Cruzeiro do Sul ainda não tem data definida para iniciar. De acordo com a secretaria, a previsão é para a primeira semana de março.

Por Mazinho Rogério, G1