TRE do Acre não vai diplomar pastor Manuel Marcos nem Dra. Juliana, presos por crimes eleitorais

Tribunal Regional Eleitoral do Acre não vai diplomar o vereador Eleito a Deputado Federal Manuel Marcos e nem a Deputada Estatual Dra. Juliana, presos nas últimas semanas.

Por 4 votos a 2, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral acataram ação do Ministério Público Eleitoral pela não diplomação da deputada estadual reeleita Juliana Rodrigues e do vereador e deputado federal eleito Manuel Marcos, ambos do PRB, presos semana passada na Operação Santinhos, da Polícia Federal, acusados, entre outros crimes, de corrupção eleitoral.

Votaram pela diplomação:

Élson Sabo e Armando Dantas. Foram contra, os juízes eleitorais Olivia Ribeiro, Marcelo Badaró, José Geraldo Fonseca e Marcos Mota (relator).

O advogado Kaio Marcellus, que atua na defesa de Dr. Juliana, disse que a decisão tem caráter provisório e que cabe recurso no TSE.

“Tem caráter provisório. A gente vai analisar uma estratégia de defesa junto ao Tribunal Superior Eleitoral”, afirma.

Por Luciano Tavares, da redação ac24horas