Segunda Turma do Supremo começa a julgar pedido de liberdade de Lula

Defesa aponta parcialidade no julgamento de Sérgio Moro com o argumento de que ele aceitou convite para se tornar ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar na tarde desta terça-feira (4) um novo pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Além da liberdade, a defesa de Lula pede a anulação dos processos relacionados ao ex-presidente nos quais Sérgio Moro atuou como juiz federal.

Os advogados de Lula apresentaram o pedido depois de Moro, ainda como juiz responsável pela Lava Jato, ter aceitado o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser ministro da Justiça. Para a defesa, a aceitação do convite comprova parcialidade de Moro na condenação do ex-presidente. Lula se afirma inocente.

Lula está preso desde abril deste ano. O ex-presidente foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro em processo da Operação Lava Jato a 12 anos e 1 mês de prisão. A sentença foi do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, que ampliou a pena originalmente determinada por Moro (9 anos e 6 meses de prisão).

Compõem a Segunda Turma do STF os ministros Edson Fachin (relator), Ricardo Lewandowski, Celso de Mello, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes, que julgarão o pedido de Lula.

A Procuradoria Geral da República apresentou parecer contra a liberdade do ex-presidente e apontou que a defesa faz “ilações frágeis” contra Sérgio Moro. Para a procuradora-geral, Raquel Dodge, ao colocar o trabalho de Moro sob suspeição, a defesa tenta atingir todo o Poder Judiciário.

“Tanto a condenação, quanto a prisão provisória e a inelegibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva (…), apresentam-se como elemento objetivo robusto a demonstrar que ele não é um perseguido político, mas, sim, um cidadão que está sendo, justamente, repreendido pelo Estado, em razão dos crimes que praticou”, afirmou Dodge.

Telejornal 3 de Julho Notícias 18ª Edição

Veja nesta edição o que aconteceu durante o final de semana na região do Alto Acre, foram registrados: Homicídios, tentativa de homicídio, apreensão de drogas, arma, munição e prisões; veja também sobre o Concurso público de Plácido de Castro e outros

Veja o Vídeo: A partido de 2019 estaremos inovando nossa programação.

Olá caros simpatizantes que acompanham os trabalhos do 3 de Julho Notícias, pelo imenso respeito que temos com vocês viemos de ante mão informar que o veículo de Comunicação 3 de Julho notícias passará por uma renovação e com isso no ano de 2019 estaremos inovando, se antes a programação era gravada agora passará a ser ao Vivo tanto o telejornal como também o 3 de Julho Entrevista e você vai poder participar direto do seu município pelo seu smartphone, tablete, computador ou notbook com comentários sobre a sua cidade pelo WhatsApp através do número que aparecerá na descrição deste vídeo seja de qual região do estado do Acre você for.

Por Mariana Oliveira e Rosanne D’Agostino, TV Globo e G1