Réu na Operação Lava Jato, Aécio Neves foi eleito deputado federal por Minas Gerais com mais de 100 mil votos

Segundo colocado nas eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves foi eleito deputado federal por Minas Gerais.

Ao contrário de Dilma Rousseff, sua rival há quatro anos que foi derrotada por um lugar no Senado neste domingo, o candidato do PSDB recebeu pouco mais de 105 mil votos e abocanhou um lugar na Câmara dos Deputados.

Aécio foi o 18º candidato mais votado em Minas Gerais. Ele chegou a cogitar a possibilidade de concorrer ao Senado neste ano, mas aceitou “ser rebaixado” para ser eleito deputado. Conseguiu.

Do “inferno” à Câmara

Derrotado por Dilma Rousseff no segundo turno das eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves é réu na Operação Lava Jato pela acusação que praticamente derreteu a sua reputação em âmbito nacional: o áudio em que é flagrado conversando com o empresário Joesley Batista e pedindo R$ 2 milhões, pagos em encontros gravados entre intermediários do senador e executivos da JBS na sede da empresa, em São Paulo.

O caso rendeu ao tucano uma denúncia por corrupção passiva e obstrução à Justiça, que foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril. Quando a delação dos irmãos Batista veio à público, Aécio Neves era o presidente nacional do PSDB. Ele foi afastado e, posteriormente, renunciou à posição. Aécio cogitou concorrer ao Senado neste ano, mas desistiu e optou por um lugar na Câmara.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Por jovempan.uol