Crime eleitoral: mais de 15 pessoas foram detidas na região do Alto Acre

Eleição ocorre tranquilo na fronteira apesar de registros de crimes eleitorais. Pessoas detidas por crimes eleitorais foram conduzidos para a sede da PF.

Pessoas detidas por crimes eleitorais foram conduzidos para a sede da PF. Foto – Alexandre Lima

A eleição de 2018 que ocorre neste domingo, dia 7, em todo o Brasil, ocorre tranquilo apesar de registros na sede da Polícia Federal, em Epitaciolândia. Como os demais candidatos ao governo do Acre que já votaram em suas zonas eleitorais, muitos eleitores de Brasiléia e Epitaciolândia estão exercendo seu direito ao voto.

Algumas ocorrências conhecidas como ‘crimes eleitorais’ foram flagrados. A famosa ‘boca de urna’, quando uma pessoa está pedindo voto em locais de voto, transporte irregular de eleitor, adesivagem ilegal e outros, estão sendo fiscalizados por uma grande força policial na fronteira.

Durante a parte de manhã, cerca de 20 pessoas foram detidas e conduzidas para a sede da Polícia Federal, conforme determina a Lei. Essas pessoas serão ouvidas pelo Juiz e Promotor Eleitoral, podendo ser liberadas, ou não, após audiência. Caso não tenha votado, serão apenas liberadas faltando poucos minutos para o encerramento.

Além de fiscais eleitorais, homens e mulheres da Polícia Militar, Civil, Federal e Exercito Brasileiro estão nas ruas, afim de garantir um pleito tranquilo até o término que será às 17 horas, horário local.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Por Alexandre Lima / oaltoacre