Ruas do Povo promove qualidade de vida e dignidade à população acreana

Ao todo, o programa já pavimentou mais de 2.600 ruas em todo o Acre, somente na primeira fase, concluída até 2014.

Um dos maiores compromissos do governo do Acre, o programa Ruas do Povo começou em 2011 com a proposta de levar mais dignidade à população em todos os municípios por meio da pavimentação de ruas. 

A segunda etapa, iniciada em 2015, contemplou até o momento mais de 500 ruas em Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Acrelândia, Plácido de Castro e Rio Branco, e os serviços continuam em todo o Estado, possibilitando à população mais qualidade de vida.

De acordo com o diretor-presidente do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), Moisés Diniz, o programa não foi idealizado para tapar buracos, mas para levar pavimentação às ruas que nunca foram asfaltadas.

“Por meio desse extraordinário projeto, o governo do Acre conseguiu levar qualidade de vida para as famílias acreanas, pois alcançamos com pavimentação asfáltica 3.179 ruas e com calçamento de tijolos, 756 metros quadrados”, declarou Diniz.

Já o diretor-técnico do Depasa, Anderson Mariano destaca que o projeto está em sua fase final com previsão de entrega de 309 ruas pavimentadas na capital e no interior. “[Atualmente] Estamos trabalhando em 37 bairros de Rio Branco e em Feijó e Tarauacá, com a previsão de instalação de 85 quilômetros de rede de esgoto e 14 de rede de água”, destacou.

Realizando o sonha de moradia digna

Maria do Socorro, moradora da Travessa Bela Vista, bairro Defesa Civil, que está recebendo pavimentação, fala da ansiedade pela conclusão da obra. “Espero há mais de 20 anos pelo asfalto em frente à minha casa, pois aqui só havia mato, e hoje ter a possibilidade de se livrar da lama no período de inverno e da poeira no verão aumenta nossa autoestima e nos faz sentirmos como cidadãos reconhecidos pelo poder público”, comentou.

Maria do Socorro ressalta ainda que a população se sentia excluída e muitos eram revoltados, mas, com esse empreendimento finalizado, os moradores irão organizar um churrasco para inaugurar a rua com pavimentação, calçadas e redes de água e esgoto.

Para o autônomo Nivaldo Nonato Gomes, esse é um momento muito aguardado pelos moradores, que sofrem com uma rua sem pavimentação. “Particularmente, será um ganho imensurável para minha renda, pois tenho comércio, e a lama e a poeira atrapalhavam os negócios. Pensei até em desistir, no entanto, com a visita dos técnicos, aumentou a esperança e agora, na fase final, vejo que realmente um sonho antigo dos moradores está se realizando.”

Municípios de difícil acesso: um capítulo à parte

Dos investimentos em saneamento básico em todo o Estado, os realizados nos quatro municípios de difícil acesso merecem um capítulo à parte na história recente do Acre. Por meio do Programa de Saneamento Ambiental Integrado e Inclusão Socioeconômica (Proser), o governo do Estado ampliou o fornecimento de água, construiu as redes de esgoto, pavimentação e módulos sanitários para famílias de baixa renda dessa região.

O projeto atua nos municípios de difícil acesso: Marechal Thaumaturgo, Santa Rosa do Purus, Porto Walter e Jordão. Nos próximos meses, o trabalho desenvolvido nas quatro cidades chega à reta final, transformando definitivamente a realidade dessas populações.