Referência em reabilitação, visual e intelectual, CER III será entregue está semana

O primeiro Centro Especializado em Reabilitação auditiva, visual e intelectual, CER III, será inaugurado na próxima sexta-feira, 28, em Rio Branco.

A unidade será referência no atendimento ambulatorial especializado em reabilitação para pacientes com deficiência auditiva, visual e intelectual.

Localizado no mesmo complexo do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) e também contando com o suporte do Lago do Amor, o CER III vai ofertar consultas oftalmológicas, otorrinolaringológicas, consultórios interdisciplinares, triagem, local para exames de audiometria e visuais, além de espaços para reabilitação, atendimento terapêutico, acolhimento familiar, dentre outros, visando, sobretudo, ofertar um atendimento assistencial integrado entre as diferentes especialidades.

Segundo o secretário adjunto de atenção à Saúde, Raicri Barros, a unidade cumprirá um papel especifico dentro da rede. “O CER III conta com três grandes serviços de saúde dentro de uma estrutura que se dispõe a consolidar um especial trabalho que a Sesacre já oferece. Teremos ali uma atendimento médio de 500 pacientes mês, um investimento de cerca de 5 milhões em estrutura, outros 7 milhões em equipamentos e mobiliário para o funcionamento desse serviço”, destaca Raicri Barros.

O CER III contará com uma equipe multidisciplinar composta por otorrinolaringologista, oftalmologista e neurologista, além de fonoaudiólogo, psicólogo fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeiros e técnicos. A unidade, cuja capacidade mínima de atendimento mensal é de 150 pacientes em reabilitação auditiva, 200 pacientes em reabilitação intelectual e 150 em reabilitação visual, vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e no período da tarde das 14 às 18 horas.

Estrutura

O espaço vai dispor de salas de triagem, consultórios oftalmológico, otorrinolaringológico e neurológico, atendimento terapêutico em grupo e individual na área infantil e adulto, cabine de audiometria, consultórios interdisciplinares para avaliação clínico-funcional, salas de orientação de mobilidade, estimulação precoce e de atividades da vida diária, além de total infraestrutura como banheiro familiar e adaptado, copa, refeitório, fraldário, recepção, estacionamento, área de embarque es desembarque de pacientes para melhor atender os usuários e seus acompanhantes.