Leilão da Expoacre demonstra fortalecimento da pecuária acreana

Em 2017, o valor de um lote no leilão custava R$ 6 mil, este ano o lote está saindo por R$ 7,7 mil. No total, 40 lotes fazem parte do leilão.

Por Agnes Cavalcante

O governador Tião Viana recebeu na manhã desta quinta-feira, 2, em seu gabinete, a visita do diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), Ronaldo Queiroz, e o pecuarista Sebastião Gandingo, o Tiãozinho, que vieram relatar o sucesso do leilão de gado da Expoacre deste ano.

Segundo o pecuarista, mesmo com a crise nacional, que atingiu com grande impacto a pecuária em todo país, o leilão no Acre registrou um aumento considerável de preços. 

“A gente esperava que fosse o mesmo valor do ano passado e nos surpreendeu sendo bem melhor, alguns lotes chegando a 40% a mais do que a média do ano passado”, destaca Tiãozinho.

O governador ficou bastante satisfeito com o resultado e destacou que hoje o desafio no Acre é expandir o setor da pecuária leiteira, que gera muito mais empregos que a pecuária de corte e ainda impulsionaria a indústria alimentícia do estado.

Ainda segundo Ronaldo Queiroz: “A gente tá vendo o crescimento da pecuária no Acre. São os interesses dos pecuaristas junto com o governo do Estado e temos um crescimento do setor por um trabalho que está sendo bem feito”.