Mais de 47,5 mil pessoas ainda não se vacinaram contra gripe no Acre

Campanha foi prorrogada pela segunda vez para o dia 22 de junho por não ter cumprido a meta. Até esta terça-feira (19), cobertura do estado era de 73,53%.

Mais de 47,5 mil pessoas ainda não procuraram uma unidade de saúde para se vacinar contra a gripe no estado do Acre, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Conforme o levantamento, até esta terça-feira (19), a cobertura vacinal do estado era de 73,53%.

Ao todo, 132.101 pessoas foram imunizadas contra a doença no Acre. Por não ter cumprido a meta, a campanha foi prorrogada pela segunda vez em todo o país e vai até o próximo dia 22 de junho.

De acordo com a Saúde, a vacina está disponível em todas as unidades de saúde do estado. As pessoas que fazem parte do público-alvo e que ainda não tomaram a vacina, podem comparecer a um posto de saúde portando a carteira de vacina.

Caso a pessoa tenha perdido a carteira, não tem problema. Segundo a gerente de Imunização do Acre, Dora Holanda, é possível tomar a vacina contra a gripe mesmo assim e uma nova carteira é entregue.

Com relação ao público-alvo, o que menos vacinou até o momento foi o de crianças de seis meses a menores de cinco anos, com cobertura de 61,39%, seguido de gestantes, com 76,37%, e idosos, 85,74% de cobertura.

A enfermeira do setor de Imunização do estado, Renata Aparecida Rossato, comentou como a vacina age no organismo da pessoa e falou sobre a importância da imunização.

“A vacina Influenza ativa o sistema imunológico da pessoa para que o próprio organismo consiga fabricar células de memória para se defender da doença. Todo calendário vacinal do Brasil é trabalhado de acordo com a importância epidemiológica, ou seja, quando o número de casos são notificados em grande quantidade. Nessa época do ano, muito se notifica a respeito tanto internações como óbitos por Influenza”, afirma a enfermeira.

A capital acreana, Rio Branco, teve uma cobertura de 59,66% até o momento, com 42.570 doses aplicadas. A segunda maior cidade do Acre, Cruzeiro do Sul, foi a única que fechou a meta de vacinação e apresentou uma cobertura de 100%, com 17.580 doses aplicadas.

As cidades que aparecem com pior cobertura são Acrelândia, com 54,34%, seguida de Sena Madureira, que teve cobertura de 58,35%, com 4.741 doses aplicadas.

 

Do G1 Acre