Brasileiro naturalizado polonês, Cionek pode ser titular contra Senegal

Ainda em recuperação de uma lesão no ombro esquerdo, o zagueiro Glik ainda é dúvida na Polônia a dois dias da estreia contra Senegal. Cionek diz estar pronto para assumir a vaga.

A dois dias da estreia na Copa do Mundo, a Polônia tem muitos motivos para estar ansiosa e vivendo uma boa expectativa para enfrentar o Senegal, nesta terça-feira, às 12h. Fora da competição desde 2006, quando caiu ainda na fase de grupos, a equipe chega com um grande peso nas costas, além da responsabilidade de agregar bons resultados na disputa para chegar as oitavas.

Nascido no Brasil e naturalizado polonês, o zagueiro Thiago Cionek deixou claro que seu foco é dar atenção exclusivamente as cores vermelha e branca da bandeira da Polônia, mas afirmou que enxerga a Seleção Canarinho como uma das favoritas ao título.

– Nasci no Brasil, tenho um grande carinho pelo país, mas neste momento só a Polônia que importa. O Brasil é um dos favoritos para ganhar – disse o zagueiro.

Como ainda há dúvida sobre a presença de Glik na disputa, Cionek é uma das principais opções do técnico Adam Nawałka para ocupar a vaga do defensor. Apesar de confirmar uma concorrência interna pela posição, ele garantiu estar pronto para ajudar a seleção polonesa em campo.

– Há muita concorrência, mas todos estão preparados. Tudo pode acontecer. Estou na seleção há quatro anos, estou pronto para jogar e darei o meu melhor. Nós vivemos a atmosfera da Copa do Mundo, tentamos assistir aos jogos. Você tem que estar preparado para cada rival – finalizou.

Também presente na coletiva, o assistente Bogdan Zajac falou sobre a situação de Glik, mas não confirmou o jogador na partida de estreia pelo Grupo H, que tem, além da Polônia, Colômbia, Japão e Senegal.

Fonte: Terra