Cooperação vai viabilizar cirurgias de laqueadura no Alto Acre

A implantação das cirurgias de laqueadura e vasectomia requer profissionais qualificados. Técnicas da divisão da mulher na Sesacre revisam o termo de cooperação.

Por Fhaidy Acosta 

Para que os procedimentos de cirurgias de vasectomia e laqueadura sejam realizados no Hospital Raimundo Chaar, de Brasileia, atendendo toda a população da região do Alto Acre, o governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), assina nesta quinta-feira, 8, um termo de cooperação técnica com Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, para viabilizar os procedimentos.

“A assinatura do acordo de cooperação técnica entre os quatro municípios e a Sesacre. Esse acordo vale a realização de laqueadura e vasectomia no Hospital Raimundo Chaar”, explica a coordenadora estadual da Rede Cegonha, Elizama Lima.

Antes da assinatura, a Sesacre elaborou o termo no qual foi encaminhado para as secretarias municipais de saúde, que deram suas contribuições, passando pela assessoria jurídica, até chegar ao acordo final de cooperação.

Qualificação dos profissionais

A implantação das cirurgias de laqueadura e vasectomia requer profissionais qualificados. Pensando nisso, uma equipe da Sesacre realiza nesta quarta-feira, 6, uma reunião de planejamento para definir a data da capacitação.

“Vamos nos reunir, primeiramente, com representantes de Brasileia e trabalhar o processo de capacitação e planejamento reprodutivo a ser implantado no Hospital Raimundo Chaar, que será a unidade de saúde no Alto Acre, onde serão realizadas essas cirurgias”, conta Elizama.

Após o planejamento, a equipe multiprofissional que irá realizar as cirurgias será capacitada na Policlínica do Tucumã, unidade referência no Acre quando se trata de planejamento reprodutivo.

Outra decisão das reuniões é a escolha das unidades em cada município que irão oferecer o serviço de implantação do método contraceptivo conhecido como, Dispositivo Intrauterino (DIU).

Quais os critérios para a realização das cirurgias?

As leis estabelecidas determinam que o homem ou a mulher tenham acima de 25 anos e mais de dois filhos vivos. Para marcar o procedimento, é preciso se dirigir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), que irá encaminhar o paciente à unidade responsável pela oferta das cirurgias de laqueadura e vasectomia.

3 de Julho Entrevistas 4ª Edição

Atenção: Você que paga seu IPTU e ISS você precisa assistir esta entrevista, saiba para onde está indo os tributos do municípios e para os servidores da Prefeitura, nesta entrevista á uma grande novidade sobre o benefício do 13º salário; curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube, lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho, assim você terá mais facilidade para acessar nossos conteúdos.