O dia começa quente e abafado, com ventos de noroeste, no Acre, em Rondônia e no Amazonas, neste sábado (19).

A previsão é do pesquisador meteorológico Davi Friale, que afirma que no decorrer do dia começará a se formar nuvens escuras anunciando chuvas, que podem ser tempestuosas.

“Antes do início da noite, no horizonte sudeste, nuvens escuras avançam rapidamente e os ventos mudam, bruscamente, de direção e passam a soprar da direção sudeste, com fortes rajadas, que podem passar de 60km/h, em alguns pontos. É a frente fria que dá início à incursão de uma forte onda de frio polar”, explica Friale.

A partir deste momento, até o dia seguinte, domingo (20), esses ventos estarão soprando ininterruptamente, com fortes rajadas. A intensidade destes ventos será maior no domingo, principalmente pela manhã.

Especificamente, em Rio Branco e Brasileia, os primeiros ventos da friagem começam a soprar perto do fim da tarde deste sábado, ficando mais intensos durante a noite e na manhã do domingo.

A onda de frio polar que se aproxima é forte, porém não haverá frio intenso no Acre e Rondônia. Será uma típica friagem da Amazônia, sim, mas com intensidade moderada, tendendo a forte.

As menores temperaturas, ao amanhecer de segunda-feira e de terça-feira deverão oscilar em:
– Rio Branco e Sena Madureira, entre 14 e 17ºC;
– Brasileia e Assis Brasil, entre 12 e 15ºC;
– Vilhena e Costa Marques, entre 11 e 14ºC;
– Porto Velho e Ariquemes, entre 16 e 19ºC;
– Boca do Acre e Pauini, entre 15 e 18ºC;
– Cruzeiro do Sul e Marechal Thaumaturgo, entre 16 e 19ºC;
– Tarauacá e Feijó, entre 15 e 18ºC.

Desta vez, as temperaturas mais baixas deverão ser registradas no sul e oeste de Mato Grosso e no sul e sudoeste de Goiás, com valores que devem oscilar, por exemplo, entre 10 e 13ºC, em Cuiabá e Cáceres, e, entre 8 e 11ºC, em Itumbiara e Mineiros.