O ponto mais crítico esta localizado a menos de 500 metros da cabeceira da ponte, sentido centro/arena da Floresta.

Um espaço construído para servir como estacionamento à margem da avenida Amadeo Barbosa, nas proximidades da 4° ponte, foi transformado em um lixão clandestino.

A área vem sendo usada como lixão onde foram descartados todo tipo de lixo e entulho que deveriam ser destinados ao aterro municipal.

Além do mal cheiro, a presença constante de urubus incomoda pedestres e moradores da região, que acusam pessoas dos bairros próximos de transformarem o terreno em lixão.

Pessoas que frequentam o local para fazer caminhadas contaram que constantemente presenciam motoristas em carros de carroceria descartando lixo no espaço.

Telejornal 3 de Julho 9ª Edição

Veja nesta Edição: Acidente grave deixa vítima fatal na Estrada do Pacífico, em Brasileia; Delegado de Polícia Civil, Karlesso Nespoli, dá detalhes das prisões em Brasileia; Dnit inicia trabalhos de alargamento da Avenida Marinho Monte em Brasiléia; Presidente, Rogério Pontes, fala da adequação do projeto que visa o auxílio Alimentação para educação, em Brasileia; Companhia Raio apreende moto furtada e casal que vendia drogas em Brasiléia; Ex-prefeito Everaldo Gomes terá que devolver R$ 1,2 milhão aos cofres públicos; Promessa de entrega do novo hospital regional não é cumprida pelo governo de Tião e Prefeita Fernanda Hassem homenageia todas as mães pelo dia especial. Curta a nossa página do facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Jairo Barbosa