Nova data, o início do mês de maio de 2018, com saldo de prazo de 322 dias, seria entregue a tão esperada obra.

No ano de 2013, o governador do Acre, Sebastião Viana, havia prometido de entregar o novo hospital regional que atenderia quatro municípios da regional do Alto Acre, deveria ser entregue em 2014 com custo acima de R$ 50 milhões de reais.

O prazo não foi cumprido e deixou muitos órfãos de promessas, gerando severas críticas de vários setores, inclusive do lado aliado. Mas, outra data foi divulgada, ficando para 2016 que, novamente, não foi cumprida pelo governador do Acre, deixando novamente os defensores, de certa forma, envergonhados.

Não satisfeitos, outra data ficou para 2017 que não foi cumprida. Novamente, foi comunicado à Câmara Municipal de Brasiléia, uma vez que vereadores até foram barrados de fiscalizar a obra, através de um Relatório de Situação de outra data de entrega.

Relatório enciado à Câmara de Brasileía com o último prazo de entrega do novo hospital regional.

O relatório diz que a obra estaria com 68,88% dos trabalhos realizados, com 1322 dias decorridos e que outra nova data, o início do mês de maio de 2018, com saldo de prazo de 322 dias, seria entregue a tão esperada obra.

Os fatos são lembrados pelo vereador Progressista de Brasiléia, Joelso Pontes, através de sua página no Facebook. Em tempo, o novo hospital regional já deveria ter aposentado o antigo, Raimundo Chaar, que vem sofrendo com o descaso por parte da Secretaria de Saúde do Acre, deixando faltar de tudo um pouco, além de péssimas condições de trabalho por parte dos profissionais, conforme já  denunciado diversas vezes.

Telejornal 3 de Julho 8ª Edição

Urgente Veja o Vídeo: Sem foro privilegiado, Jorge Viana entra no olho do furacão da Lava Jato, Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião na AMAC, MP abre inquérito para apurar irregularidades na Câmara de Brasileia, PRF prende peruana com cocaína próximo de Xapuri, Em Epitaciolândia meliante é preso com meio quilo de entorpecente, Curta nossa página e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Por Alexandre Lima / oaltoacre