O município de Assis Brasil, localizado na tríplice fronteira – Brasil, Peru e Bolívia – está às vésperas de completar 43 anos de emancipação política.

Por Alemão Monteiro

O clima que era pra ser de alegria, transformou-se em muita decepção e revolta, após correr a informação de que a prefeitura não vai realizar o tradicional Carnavassis e nenhuma outra atividade cultural.

Segundo informações, o Ministério Público do Acre, recomendou ao prefeito da cidade não realizar a festa. O principal motivo é a falta de organização e viabilidade econômica, já que a gestão do prefeito Antônio Barbosa (PSDB) acumula vários meses de salários atrasados e não vem mantendo o bom funcionamento dos serviços básicos.

Foi constatado que a Prefeitura de Assis Brasil não planejou a festa com antecedência, buscando patrocinadores para custear as despesas com shows musicais, segurança e estrutura. A administração comandada pelo prefeito Zum nem ao menos elaborou um projeto para captar recursos junto as intituições financeiras e empresas privadas.

Mesmo tendo em sua estrutura uma Secretaria de Turismo e uma comissão de eventos, a prefeitura de Assis Brasil não teve competência para planejar a mais importante festa da cidade. Diante da total falta de organização, coube ao MP recomendar a não realização da festa.

Diferente de todos os outros municípios do Acre, Assis Brasil pode deixar de comemorar o aniversário da cidade este ano da maneira que sempre comemorou: com muita atividade esportiva como a tradicional Corrida Pedestre, a Prova Pacífico de ciclismo, desafios de futsal e futebol de campo, noite góspel, desfile cívico e o Carnavassis.

O clima na cidade é de revolta contra a desastrosa gestão do prefeito Zum que, além de abandonar a cidade que está esburacada, suja e escura, agora quer acabar com as tradições do povo assisbrasiliense.

Telejornal 3 de Julho 6ª Edição

Veja no Vídeo: Bomba em Epitaciolândia na administração de Tião Flores com protesto. Estupro em Assis Brasil, acidente na estrada do Pacifico, inauguração do setor de cadastro de Brasileia, cerca de 6000 títulos eleitorais cancelados no Fórum da 6ª zona e outros não perca, curta a nossa página e se inscreva no nosso canal do YouTube.