A denúncia foi feita à reportagem por um dos trabalhadores que sofre com o atraso salarial.

Pelo menos 100 trabalhadores terceirizados do Município de Cruzeiro do Sul, a maioria com vínculo na Saúde, estão com seus salários atrasados desde novembro de 2017.

“Infelizmente nossa situação não está fácil. Imagine como é viver com quase cinco meses de salário atrasado e ainda ter que trabalhar? Não há estímulo”, diz o denunciante que pede para não ter seu nome divulgado por medo de represálias.

Na noite desta terça-feira, 24, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, reconheceu o atraso ao dizer que o problema é ocasionado pela queda na arrecadação do Município e o pagamento de indenizações de alguns servidores. Após demitir alguns trabalhadores com o objetivo de enxugar a folha, a prefeitura passou a parcelar os pagamentos das rescisões desses servidores, argumenta o prefeito.

“Pagamos quase R$ 600 mil de rescisão em janeiro, fevereiro, março e abril. Por isso esse atraso. A causa é a diminuição na arrecadação”, diz.

Ilderlei acrescenta que houve uma redução financeira de R$ 8 milhões nos cofres da prefeitura em 2018 em relação ao ano de 2017 por causa de cortes nos repasses.

Telejornal 3 de Julho 5ª Edição

Acompanhe a 5ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias que está de Studio novo para você que nos acompanha e nos assiste, continue conosco, curta a nossa página do facebook se inscreva no nosso canal do YouTube. Deixe seu like!!!!

Fonte: ac24horas