A prefeita dos buracos e o barraco do Prado

O ex-deputado Walter Prado, que na última eleição que disputou foi o candidato a uma vaga na ALEAC mais votado em Tarauacá, fez críticas severas aos organizadores da caravana do candidato ao governo, Gladson Cameli (PP).  Ninguém sabe quem organiza as falas, por isso acontecem os barracos, pontua. Reclama que, na passagem da caravana do Cameli pelo município nem citação ao seu nome fizeram, mesmo sendo o município a sua base eleitoral. Para Prado, foi um erro deixar o comando da campanha em Tarauacá nas mãos da prefeita Marilete Vitorino (PSD), cuja administração é rejeitada pela população. “A cidade é a campeã dos buracos no Acre, a pessoa tem que estar se desviando das crateras, parece até que passou por um bombardeio como o da Síria. Com que cara a prefeita vai pedir votos para o Gladson Cameli?”. Indaga. Para Prado, são erros da campanha que precisam ser corrigidos ou quebra a imagem da unidade com tanto barraco. “Acho que estão pensando que o PT está morto”, completa em tom de alerta Walter Prado. A saída com todo o seu grupo da reunião em Tarauacá explica que, se tratou como uma forma de protesto contra a desorganização. Fora o meu pessoal só havia funcionário da prefeitura e secretários municipais no ato, criticou.

AMIGO DO REI

A nomeação do Edvaldo Magalhães como Assessor Especial do governo, que na verdade é um cargo para abrigar os amigos, teve como único objetivo deixar o comunista recebendo até Junho, depois do que entrará na campanha. Para os amigos do Rei, os ducados e baronatos.

PRÊMIO DE CONSOLAÇÃO

É uma espécie de prêmio de consolação ao PCdoB, por não indicar o vice do Marcus Alexandre.

DEVERIAM SE POLICIAR

Os assessores do candidato ao governo, Marcus Alexandre (PT), deveriam se policiar quando mandar fotos para a mídia. Aquela foto em que o Marcus aparece com mais três amigos com a cara para cima numa deserta Rua de Assis Brasil, sem povo, passou a imagem que a sua visita foi um fracasso.

DECISÃO NUM DETALHE

Numa eleição para o governo que tende a ser decidida por detalhes, ganha quem errar menos.

EM ALTA

Tenho escutado muitos elogios de familiares de estudantes que se formaram na Bolívia ao ato do deputado federal Alan Rick (DEM), que conseguiu a inclusão de médicos formados no exterior sem CRM, no programa “Mais Médicos” do governo federal. Estão todos trabalhando.

ESTRATÉGIA DE CAMPANHA

O Lula está inelegível porque está no “ficha suja”. O PT sabe que não será candidato. A iniciativa de registrar sua candidatura com a certeza que será vetada no TSE é uma estratégia para deixar o partido na mídia, tentar transferir votos para o ex-prefeito Fernando Hadad (PT).

VOTOS PESSOAIS

Só que os votos do Lula são pessoais, tanto é que o Hadad (PT) aparece no DATA-FOLHA com 2%na intenção de  voto para a presidência.

DESGASTE DESNECESSÁRIO

Um acerto do governo foi retirar a proibição de PMs sem farda completa serem incluídos no Banco de Horas Extras. O outro foi mandar abrir licitação para a compra de fardamento da PM. Todo o desgaste teria sido evitado se a compra ocorresse no início do segundo mandato. Não teria o protesto. É uma tática errada, a de meter cadeado na porta depois de arrombada.

COM O VERÃO NÃO TEM DESCULPA

A prefeita Socorro Nery tem todo o verão que vai começar para vencer a guerra contra os buracos. No placar atual a PMRB e EMURB estão perdendo de goleada para a buraqueira.

VAMOS DEIXAR DE FIRULAS

O deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) tem que deixar de firula. Se vai para a oposição que embarque logo na canoa, porque dentro da FPA é visto na cúpula do governo como um adversário político, não adianta reclamar das benesses dadas aos ex-secretários.

PRÁTICA DO GOVERNO

O Raimundinho da Saúde fique esperto. Durante a campanha a cúpula do governo vai tentar lhe criar todo tipo de dificuldade. É a prática de quem está no poder. Detonam quem não for do PT, como fizeram com os deputados do PEN, e olhe que todos eles foram leais na ALEAC.

ORA, ORA, RAIMUNDINHO!

Se o PT detonou a candidatura à reeleição do ex-deputado Astério Moreira, que como líder do governo passou o mandato colocando a cara para a oposição bater na defesa do governador Tião Viana, não vai para cima do Raimundinho, que impôs derrotas ao governo? É bem capaz!

CHAPA BEM MONTADA

Os partidos nanicos conseguiram montar uma chapa que garante um deputado federal. Tem nomes com o vereador Manuel Marcos (PRB), Fernando Melo (PROS), deputados Eber Machado (PDT) e Jesus Sérgio (PDT), empresário Jarbas Soster (PHS), uma chapa completa.

TRABALHAM COM A IDÉIA

Nem os mais otimistas petistas trabalham com a idéia de que o partido pode reeleger seus três deputados federais. Acreditam que, um deputado é certeza eleger, dois fica por conta do imponderável. Não será fácil derrotar César Messias (PSB) e a Perpétua Almeida (PCdoB).

NO MATO SEM CACHORRO

Chega a informação de que o ex-deputado federal Henrique Afonso vai disputar a volta à Câmara Federal na chapa que estão Léo de Brito (PT), Sibá Machado (PT), Raimundo Angelim (PT), César Messias (PSB) e Perpétua Almeida (PCdoB). Está entrando num mato sem cachorro.

ACEITOU NA MARRA

Um amigo dirigente de um dos partidos nanicos da FPA revelou ontem que o PT fez de tudo para impedir o lançamento de uma chapa alternativa. E que só não conseguiu o intento porque sabia que se a pressão continuasse pelo menos três partidos da FPA iriam para a oposição. E numa eleição difícil para o Marcus Alexandre (PT), isso lhe traria prejuízos políticos.

NÃO SEI SE TRADUZIRÁ EM VOTOS

Quem está fazendo uma campanha agressiva (no bom sentido) para deputado estadual é o Francineudo Costa (PSDB). Se vê pelas postagens que faz uma campanha de casa em casa.

BRIGA FEROZ

Na chapa do Gladson Cameli (PP) para deputado federal vai acontecer uma briga feroz. Tem nomes como o da deputada federal Jéssica Sales (MDB), deputado federal Flaviano Melo (MDB), Vanda Denir (SOLIDARIEDADE), Charlene Lima (PTB), Rosana Nascimento (PPS), Nelson Sales (PP), entre outros nomes. Garantia para ser eleito pela chapa parte dos 15 mil votos.

CAMPANHA DE GOVERNADOR

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (MDB), terá uma estrutura de campanha do porte de uma candidatura ao governo. Apostaria sem o menor temor de errar que deve ser o mais votado entre os nomes da oposição para a ALEAC. E disputa o posto no cômputo geral.

OUTRAS FERAS

Também não tirem de tempo em suas contabilidades, as candidaturas dos ex-presidentes da Assembléia Legislativa, José Bestene (PP) e Edvaldo Magalhães (PCdoB). Duas feras brabas.

ADORA BUCHA DE CANHÃO

O PP age certo quando recusa uma coligação com o MDB que, aliás, em todas as eleições proporcionais, sempre usou partidos em aliança só para servirem de bucha de canhão.

FOGE DO TRADICIONAL

A maioria dos deputados quando se elege costuma abandonar as suas bases. E só reaparecer na época da eleição para pedir votos. O deputado Heitor Junior (PODEMOS) foge desta lógica oportunista. No mandato não abandonou nunca os portadores de hepatites, por quem  batalha e muito. E na tribuna da ALEAC também foi um parlamentar participativo nos debates.

CAIU FORA

O deputado Wendi Lima sentiu que não seria fácil eleger-se pela chapa de deputado estadual do PP, caiu fora e foi para a coligação PSL-PATRIOTAS, onde sua chance de ser o mais votado cresce. Seu pai, vereador N. Lima (PSL), também o acompanhou e será candidato a Federal.

A FOTO

O presidente do PHS, Manoel Roque, me ligou ontem e fez uma observação com seu olho de águia: “nas fotos das reuniões do Marcus Alexandre no Alto Acre 80% era de ocupantes de cargos de confiança. Militância era zero”. Não observei, mas se falou, conhece os índios da aldeia.

NÃO É PRECISO SER EXPERT

Não é preciso acompanhar ao longo dos anos a política acreana para se chegar à conclusão que, nas duas últimas décadas a oposição nunca teve uma candidatura tão competitiva, como esta do senador Gladson Cameli (PP), na disputa do governo. Não significa que vai ganhar a eleição, isso tem que se combinar com as urnas, mas significa sim que, não deixará  o candidato do PT, Marcus Alexandre, como favorito, o que ocorreu na sua reeleição à PMRB. Será uma boa disputa, sem o mamão com mel das últimas eleições para a FPA.

Urgente veja o Vídeo abaixo do Telejornal 3 de Julho Noticias.

Assista a 3ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias e nos acompanhe pela página do facebook e se inscreva no canal YouTube.