O ex-secretário de Obra do PMDB de Brasileia, Clécio Gadelha Irmão de Carlos Gadelha (vulgo capeta) manda recado para o senador Petecão e José Bistene.

Por Alemão Monteiro

Insatisfeito com a escolha do deputado Rocha (PSDB) para compor a pré-chapa de Gladson Cameli como vice, o ex-secretário de Obras durante a administração de Everaldo Gomes (onde quem mandava era o ex-presidente do PMBD Aldemir Lopes) disse que o Bestene merece os parabéns e também o Oscar por está brincando de política.

Na escolha do vice de Gladson, Clécio disse mais uma coisa “meus amigos isto aí não tem só o dedo do Bistene não, não tem quem me tire da cabeça que o senador Petecão está por traz na escolha de Rocha”.

O ex-secretário que faz parte da Oposição, revoltado com a situação continuou o desabafo contra os colegas aliados: “o que é que vai somar o Major Rocha sinceramente o que é que o PSDB vai somar se o major nem pra deputado ganhava mais, ai é brincadeira só para ver o umbigo de uma ou duas pessoas e ainda estão inventando um tal de Eduardo Veloso que ninguém nem conhece”, indagou Clécio Gadelha em tom irônico.

A pré-chapa da oposição já está montada com Cameli e Rocha, mas está chapa não corresponderam as expectativas de Clécio que estava esperando que o vice fosse do PMDB, esse é o motivo da revolta do ex-secretário Clécio que fez um desabafo nas redes social. O PMDB, que se opõe ao nome de Rocha, não compareceu nem mandou representante.

O anúncio do vice aconteceu na tarde desta quinta-feira, 15, durante o encontro realizado no Hotel Pinheiro, com a presença das principais lideranças da oposição.