Nota Pública

Eu, Jacks Aroldo Batista Pessoa, brasileiro, solteiro, portador do RG de º 0275633 SSP/AC, residente nesta cidade e Comarca de Brasiléia, Estado do Acre, venho por meio desta nota pública de retratação, via ação judicial nº 0701091.81.2017.8.01.0003 esclarecer a todos que:

Pelos documentos de imposto de renda acostado no processo acima referido, reconheço que pelos ganhos do senhor João Batista Galvão Lira, no exercício de sua profissão de médico no Estado da Bahia, são compatíveis com a aquisição de três colônias na cidade de Brasiléia.

Também esclareço que a postagem feita no facebook e comentada por mim em 21/11/2014, onde me referi a compra de uma colônia no Ramal do Picadão, nunca teve referência a João Batista ou ao seu sogro, mas relacionava-se a outra pessoa (vereador), inclusive deixei esclarecido tal fato, quando na publicação o Senhor João Batista respondeu minha postagem.

Torno a público que, se qualquer investigação ou operação da Polícia Federal em desfavor do senhor João Batista Galvão Lira decorreram de minhas palavras, afirmo que elas foram mal interpretadas e/ou distorcidas pela autoridade Policial e, infelizmente causaram mau injusto a pessoa que nada tinha relação com os fatos.

Por fim, sinto muito que minhas palavras possam ter causado tamanho transtorno ao senhor João Batista Galvão Lira, pois não conheço nenhum fato que desabone sua conduta, e de ninguém de sua família (pai e mãe) e nunca foi a intenção de ofendê-lo, expô-lo ou acusá-lo de absolutamente nada.