A operação ocorreu nesta quinta-feira (22) na região do Alto Acre. Agentes da Receita Federal e Polícia Federal participaram da ação.

Uma operação feita pela Polícia Federal e por agentes da Receita Federal em Brasileia e Epitaciolândia acabou na prisão de três pessoas por tráfico de imigrantes nesta quinta-feira (22).

A informação foi repassada pela assessoria da PF, que confirmou também uma prisão por contrabando.

Segundo a polícia, todos os presos eram taxistas que cometiam o crime na fronteira, transportando ilegalmente imigrantes e também mercadorias.

“O crime de tráfico de imigrantes é tipificado no novo Estatuto do Estrangeiro, publicado em 2017, com pena de 2 a 5 anos de reclusão, assim como o delito de contrabando”, destaca a nota.

Todas as prisões ocorreram durante a operação Magna Obice, que fiscalizou a fronteira durante a força-tarefa justamente para coibir o transporte ilegal de imigrantes e contrabando na região do Alto Acre.

Veículos fiscalizados durante a ação. O trabalho foi realizado por policiais federais da Delegacia de Polícia Federal de Epitaciolândia e agentes da Receita Federal de Brasileia, além do apoio da Operação Sentinela, força-tarefa permanente da Polícia Federal, localizada em Assis Brasil.

Do G1 Acre