Socorristas vasculham ônibus em busca de corpos das vítimas da queda do veículo em um desfiladeiro na região de Ocaña, no Peru.

Pelo menos 44 pessoas morreram e 23 ficaram feridas nesta quarta-feira (21) após um ônibus cair de um penhasco na região de Arequipa, no sul do Peru, no segundo acidente do tipo no país andino desde o início deste ano.

O veículo de dois andares, da empresa Rey Latino, passou direto em uma curva da rodovia Panamericana Sul, perto de Ocoña (a 763 km de Lima) enquanto seguia de Chala a Arequipa, por volta da 0h30 local (2h30 em Brasília).

O ônibus despencou por uma ribanceira de cerca de 100 metros de altura, parando em um rio vizinho. A maioria dos corpos foi resgatada na água. Dos feridos, oito foram levados ao hospital em estado grave, incluindo o motorista.

Pela manhã o governo peruano suspendeu a licença da transportadora por 90 dias para investigações. A Rey Latino havia afirmado inicialmente que 45 passageiros estavam no ônibus, o que não condiz com o número de vítimas.

As autoridades dizem que vários passageiros não estavam registrados. A sinuosidade e a precariedade das estradas e o pouco treinamento dos motoristas são alguns dos motivos da alta frequência de acidentes no Peru.

Em 2 de janeiro, 52 pessoas morreram depois que um ônibus caiu em um desfiladeiro de mais de 100 metros de altura em Pasamayo, a norte de Lima, ao ser fechado por um caminhão que invadiu a pista contrária.