O prefeito Sebastião Flores é alvo de críticas da comunidade do Aeroporto, bairro que deveria ter sido contemplado com a Praça da Juventude desde julho de 2016.

A obra de R$ 1,3 milhão está inacabada. A placa oficial omite informações sobre o convênio firmado pelo antecessor, André Hassen (PR), com o Ministério dos Esportes. Dentre os vereadores, apenas um é opositor – e nem mesmo ele cobra do prefeito explicações sobre os serviços,  supostamente inviabilizado pelas chuvas.

Oque chama atenção o aval do CREA-AC, em que as fiscalização federal sobre a obra estaria em dia. “Uma vergonha. Toda vez que passo aqui eu lembro da cara dos políticos safados que prometeram que essa praça seria pra tirar os jovens das drogas e das facções”, disse o aposentado João Silvino de Melo.

O prefeito tem dedicado o tempo de sua agenda a atos políticos para favorecer o deputado federal César Messias (PSB), do mesmo partido. Caravanas foram organizadas para produzir quórum sob uma tenda armada neste domingo com objetivo de aumentar as filiações partidárias.

Ironicamente, o prefeito e seu deputado predileto fizeram côro num discurso improdutivo e desproporcional á popularidade de ambos naquele município: defenderam o que chamaram de “política participativa, inclusão social e um Brasil mais justo e humano”.

A Praça da Juventude é uma área de convivência comunitária onde são realizadas atividades culturais, de inclusão digital e de lazer para a população de todas as faixas etárias.

Por Assem Neto / acjornal.com