Essa informação foi publicada pelo site Ac24horas que revelou ter ocorrido tensa reunião com dirigentes emedebistas.

Gladson Cameli (PP) estaria disposto a abandonar sua pré-candidatura ao Governo do Acre caso o MDB insista em impor a indicação do seu vice de chapa.

De acordo com o site, o MDB quer indicar o deputado federal Alan Rick (DEM) para a vaga de vice de Gladson, já que esta seria uma forma de garantir o crescimento do partido no Acre.

A direção do MDB também teria informado a Gladson que vai manter, a qualquer preço, a candidatura de Marcio Bittar ao Senado. Bittar está no centro da mais grave crise já vivida pela oposição.

Ele foi flagrado em áudio vazado nas redes sociais no fim de semana, entregando estratégias para as eleições, bem como teria sugerido haver a intensão da prática de Caixa 2 para a eleição de Gladson que seria realizado através da injeção de R$ 30 milhões por parte do empresário Eládio Cameli, pai de Gladson.