O Papa Francisco realizou um encontro com as comunidades nativas da Amazônia. Representantes apresentaram os principais problemas.

Durante o discurso desta manhã, o papa Francis falou sobre os problemas que mais afligem a região amazônica.

Cerca de 3.500 peruanos indígenas, brasileiros e bolivianos, se encontraram hoje com o papa Francisco em uma reunião descrita como histórica para reunir quase todas as comunidades nativas da América do Sul. A reunião teve lugar no Coliseu Madre de Dios.

Durante o discurso desta manhã, o Papa Francis referiu-se às questões que mais afligem a região amazônica, incluindo a ameaça para seus territórios, mineração ilegal, derrames de petróleo e tráfico de seres humanos.

No início, o Sumo Pontífice referiu que "a Amazônia é uma terra disputada de várias frentes: por um lado, o neo-extrativismo e a forte pressão de grandes interesses econômicos que dirigem sua avidez no petróleo, gás, madeira, ouro, monoculturas agroindustrial ".