Na cerimônia de conclusão do curso, os contundentes receberam certificado e o brevê como ato de condecoração.

 Por Marcelo Torres 

Concentração, determinação, agilidade, foco e superação. Essas são algumas das características dos 31 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), que concluíram o Curso de Salvamento em Altura (CSALT). No fim da tarde da última segunda-feira, 30, foi realizada a cerimônia de encerramento com a presença de autoridades, familiares e amigos.

Durante os 30 dias de capacitação os combatentes passaram por diversas simulações, incluindo salvamento em situações extremas, enfrentando variações climáticas, escaladas, transporte de vítimas em locais de difícil acesso, entre outras diretrizes em resgate de vítimas.

“Desenvolvemos mais de 20 tipos de salvamentos em altura, pois a cidade está crescendo de forma verticalizada. Isso faz com que nos preparemos com novas técnicas para situações de emergência, em casos de nos depararmos com salvamento de pessoas em condomínios e prédios ”, destacou o coordenador do CSALT, tenente Daniel Veras.

Para o aluno do curso, Janes da Silva Ferreira, foi uma experiência não só profissional, mas também de vida. “Foram dias de dedicação,  com a motivação e garra de cada discente do CSALT fez com que dos 33 inscritos formasse 31 combatentes aptos em salvamento dessa natureza”, comentou o soldado.

De acordo com o comandante-geral do CBMAC, Roney Cunha, os bombeiros acreanos são referência para outros Estados. “Os nossos soldados realizam constantes capacitações para enfrentarem situações adversas no dia a dia, nas competições nacionais envolvendo os bombeiros acreanos, ficamos sempre entre os primeiros colocados, isso demonstra o zelo que a corporação tem com os seus profissionais, não sendo diferente dos cursos e capacitações, pois exigimos ao máximo dos militares”, concluiu.