Nos últimos dois anos, a Pastora Belga de Mallinois, a cão policial acreana, Itá, tem sido destaque em apreensões de drogas das missões da Força Nacional (FN).

 Por Assessoria PMAC 

A cadela é adestrada pelo Sargento da Polícia Militar do Acre (PMAC), Gonzaga Dias, e juntos já participaram da apreensão de mais de três mil quilos de entorpecentes.

Atuaram no município de Ponta Porã estado do Mato Grosso do Sul, na capital e interior do Rio de Janeiro, em Brasília e atualmente trabalham em Foz do Iguaçu localizado no Paraná, na tríplice fronteira Argentina, Brasil e Paraguai.

"Ela foi treinada por mim, está comigo na Força há cerca de 2 anos e meio e já apreendeu entre maconha, haxixe e cocaína aproximadamente 3 mil quilos. Ela é especialista em detecção de armas de fogo, munições, dólares e drogas em geral", afirmou Dias.

Pastor Belga de Malinois

É uma raça usada na guarda de famílias, é protetor e vigilante, e um dos maiores farejadores de drogas do mundo. Essas razões os qualificam para serem utilizado na área policial, principalmente por forças especiais como SWAT do Estados Unidos da América (EUA) e no Brasil, pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope).