Outras três pessoas também foram detidas após denúncia anônima. Caso aconteceu nas cidades de Epitaciolândia e Brasileia.

Um estudante de medicina foi detido com 23 adesivos de LSD, 11 comprimidos de ecstasy , além de ter uma plantação de maconha na cidade de Brasileia e Epitaciolândia.

Dinheiro, material para embalar maconha e barras da droga foram apreendidas pela equipe do Grupo de Intervenções Rápida e Ostensiva (Giro) da Polícia Militar (PM-AC). 

Outras três pessoas também foram detidas pela PM-AC. Os policiais chegaram até o suposto ponto de venda de drogas após uma denúncia feita em Epitaciolândia, cidade vizinha a Brasileia.

Segundo o major Fredson Araújo, comandante do 10° Batalhão, responsável pelo policiamento nos dois municípios, em um bairro de Epitaciolândia 12 pés de maconha foram apreendidos.

“Ouvimos os acusados e um deles nos informou que em Brasileia tinha mais plantação de maconha. Depois da prisão dos envolvidos, nos deslocamos para Brasileia e, quando chegamos ao local apontado, abordamos as pessoas que estavam na casa e fizemos uma busca. Com isso, encontramos o estudante de medicina com LSD, outras drogas e outras coisas”, explicou Araújo.

Os suspeitos foram encaminhados para a delegacia de Epitaciolândia e liberados depois de serem ouvidos. A suspeita, de acordo com o militar, é de que os envolvidos faziam tráfico de drogas nas duas cidades.

“Essa é a primeira vez que fazemos apreensão de drogas sintéticas. Já tenho um bom tempo de polícia e não me recordo de apreensões desse tipo nem mesmo em Rio Branco”, finalizou Araújo.