Além disso, os pais resolveram protestar e ocuparam o prédio da escola não permitindo seu funcionamento até que a situação seja resolvida.

 Por Alemão Monteiro 

Cansados de promessas por parte da Prefeitura de Assis Brasil, um grupo de pais da escola municipal Baixa Verde, localizada na Reserva Chico Mendes na Comunidade Divisão no município de Assis Brasil, procurou o Ministério Público para denunciar a falta de transporte escolar. 

Na última segunda-feira, dia 02, os pais convidaram para uma reunião na localidade o prefeito Antônio Barbosa de Sousa (PSDB), o Zum, que não compareceu por estar de viagem à Brasília.

Na escola municipal Baixa Verde estudam mais de 100 alunos nos segmentos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental I e ainda alunos do Programa Asas da Florestania do Ensino Fundamental e Médio. Tanto o transporte escolar quanto a merenda e material pedagógico são fornecidos pelas redes Estadual e Municipal de ensino.

No início do ano letivo a Prefeitura de Assis Brasil contratou duas camionetes para transportar alunos da localidade. Por sua vez a Secretaria de Estado de Educação disponibiliza um micro-ônibus com motorista e monitor para atender a demanda.

O problema começou quando a Secretaria Municipal de Educação mandou suspender o trabalho das duas camionetes que prestavam serviço ao município. Os proprietários dos veículos informaram ainda que não receberam os meses que trabalharam e não pretendem mais contratar com a Prefeitura de Assis Brasil.

Desde então, dezenas de alunos que moram distantes da sede da escola, principalmente no ramal do Katianã e Jacarecica ficaram sem transporte escolar. Os estudantes até se esforçaram para não perder o ano letivo caminhando diariamente dezenas de quilômetros para chegar à escola. Mas, revoltados, os pais resolveram por fim ao sofrimento dos filhos denunciando o descaso ao Ministério Público e fechando a escola.