A investigação apontou que “Keninha” integra uma organização criminosa que atua na região.

Ação policial de cumprimento de mandado de prisão realizada na tarde da última segunda-feira, 02, em Cruzeiro do Sul, culminou na prisão do homicida Vilson da Silva Barros, vulgo “keninha” no bairro da Lagoa. A investigação apontou que “Keninha” integra uma organização criminosa que atua na região.

O trabalho investigativo apontou também que o acusado é autor de diversos crimes contra o patrimônio e é o principal suspeito de estar envolvido em homicídio de um presidiário que estava no monitoramento eletrônico ocorrido há pouco mais de um mês na localidade Boca do Môa.

Coordenada pelo delegado Elton Futigami, a ação resultou na prisão de mais um homicida na região do Juruá, “Tiramos de circulação essa pessoa que é acusada de cometer vários delitos entre eles o de homicídio. Estamos intensificando nossas ações em todo Vale do Juruá no sentido de identificar essas pessoas que tentam contra a paz social e dar-lhes o tratamento adequado que a legislação oferece”, ressaltou Futigami.

Futigami ressalta ainda que o acusado será indiciado por organização criminosa, homicídio. O investigado foi conduzido à delegacia e em seguida levado ao presidio e colocado à disposição da justiça.

Para o secretario de segurança pública Emylson Farias o trabalho desenvolvido pelos homens da Polícia Civil é de forma minuciosa e de forma minuciosa e cirúrgica no combate a criminalidade, pois é com grande esforço e um intenso trabalho de investigação é que se pode chegar aos autores de crimes ocorridos no Acre.