O idealizador da escola e proprietário da fazenda Filipinas, senhor Fábio Nogueira de Medeiros em discurso para a comunidade onde foi inaugurada a escola rural Maria Cristina Nogueira de Medeiros em Epitaciolândia. 

A escola foi financiada pelo Senhor Fábio Medeiros, que leva o nome em homenagem a sua mãe e em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e prefeitura Municipal de Epitaciolândia.

Localizada na fazenda Filipinas distante do município de Epitaciolândia a cerca de 40 quilômetros. A escola rural foi uma  iniciativa privada e parceria do Governo do Estado e Prefeitura Municipal terá gestão compartilhada e atenderá mais de 150 alunos.

Com ensino fundamental, já atende a modalidade EJA – Educação de Jovens e Adultos, cursos profissionalizantes,  programas: “Asas da Florestania” e “Quero Ler” do governo estadual que tem como meta erradicar o analfabetismo até 2018.

No ato da inauguração se fez presente prefeito Tião Flores e o Vice Raimundão , coordenadora de núcleo da secretaria estadual de educação de Epitaciolândia (SEE) Rosineide Rodrigues, diretor do Departamento de Estrada e Rodagens do Acre (DERACRE) Cristóvão Pontes.

A deputada estadual Leila Galvão, esteve presente na solenidade, onde falou da importância dessa conquista na área da educação para a comunidade e a junção de forças público e privado para educação da região.

O idealizador da escola e proprietário da fazenda Filipinas, senhor Fábio Nogueira de Medeiros, falou um pouco de sua história, expectativa para essa nova conquista e os benefícios para a comunidade de produtores rurais e de sua fazenda. Que tem como objetivo oferecer a comunidade local o acesso ao conhecimento e cursos técnicos e profissionalizantes.

Rita Paro presidente do Instituto Dom Moacir (IDM), falou dos cursos profissionalizantes que a escola estará recebendo de imediato, como os de horticultor orgânico, corte e costura, informática básica. E também os que estão previstos para a instituição de ensino o curso de avicultor e mais duas oficinas profissionalizantes de viveirista e meliponicultor.