Com o objetivo de fortalecer a Interiorização das Políticas de Promoção da Igualdade Racial no Acre.

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), juntamente com a Secretaria Municipal de Educação de Brasileia (SEME),realizou na quinta-feira, 28, no auditório do CEDUP, a I Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial.

Durante a conferência foi apresentado o nome dos conselheiros municipais de igualdade racial de Brasileia, onde será encaminhado para o gabinete da prefeita, Fernanda Hassem,e depois levado para a Câmara Municipal de Brasileia para ser colocada em votação e ser aprovado pelos vereadores, para que o conselho possa representar o município nas conferências estaduais e nacionais.

“Hoje Brasileia está dando o primeiro passona promoção de igualdade racial, onde estamos realizando a primeira conferencia municipal em parceria com a sociedade civil, órgãos não governamentais e prefeitura, que estão reunidas propondo ações que possam garantir o direito da população negro e indígena, para que posteriormente possamos estar participando da conferencia estadual levando propostas elaboradas aqui”, informou Ramiege Rodrigues, secretária municipal de educação.

O projeto começou em 2016, onde realizou em todo o Estado um seminário de sensibilização e orientação para a criação do conselho e do fórum de educação étnico racial.

“Saio de Brasileia bastante satisfeita. Vejo que alcançamos o nosso objetivo, juntamente com a Prefeitura de Brasileia, porque agora os conselheiros, gestores e os membros dos fóruns tiveram a oportunidade de estudar o marco legal das Políticas de Igualdade Racial (PIR). E agora todos já conhecem o estatuto de igualdade racial, o plano estadual de igualdade racial e as diretrizes nacionais”, relatou Almerinda Cunha.

Dos vinte e dois municípios acreanos, Brasileia foi o oitavo município assistido pelo Departamento de Igualdade Racial que está sendo realizada as conferencias municipais.