Durante a ação policial, foi capturado um fugitivo do sistema prisional e em seu poder foi apreendida uma espingarda municiada, que a polícia suspeita ter sido usada em homicídios.

 Por Sandro de Brito Assessoria 

Ação policial de cumprimento de mandados de buscas, apreensões e prisões realizadas nas primeiras horas desta segunda-feira, 25, em Cruzeiro do Sul, culminou na prisão de cinco pessoas, apreensão de um menor de idade e duas armas de fogo, além da elucidação do crime de latrocínio ocorrido em 27 de julho.

A ação foi coordenada pelo delegado Elton Futigami, e reuniu 18 agentes de policia civil que executaram cumprimento de mandados nos bairros Lagoa, Cruzeirinho e Miritizal. Entre os presos está um menor de idade, conhecido no mundo do crime como “Pesadelo” que segundo as investigações é apontado como autor do latrocínio que vitimou o vigilante da maternidade em Cruzeiro do Sul no dia 27 de julho.

Durante a ação policial, foi capturado um fugitivo do sistema prisional e em seu poder foi apreendida uma espingarda municiada, que a polícia suspeita ter sido usada em homicídios.

A Polícia Civil também apreendeu uma pistola, calibre 9 mm que estava com o vigilante e que foi levada durante o latrocínio. Além da arma de fogo os agentes também apreenderam um revolver calibre 38’ municiado que estava sendo usado em vários assaltos e roubos no município.

De acordo com o delegado Elton Futigami, os acusados serão indiciados por organização criminosa, homicídio, roubo majorado, formação de quadrilha e organização criminosa, posse ilegal de arma de fogo e latrocínio. O menor foi encaminhado para especializada e os demais foram conduzidos a delegacia e em seguida levados ao presidio e colocados à disposição da justiça.

“Tiramos de circulação ativos criminais que estavam sendo usados no cometimento de crimes. Prendemos pessoas que estavam aterrorizando comunidades aqui de Cruzeiro do Sul e estamos intensificando nossas ações em todo Vale do Juruá no sentido de identificar essas pessoas que tentam contra a paz social e dar-lhes o tratamento adequado que a legislação oferece”, ressaltou Futigami.

Para o Secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, as forças de segurança estão sendo realizadas de forma cirúrgica no combate a criminalidade, vale ressaltar que todas as forças de segurança têm se empenhado num esforço conjunto no sentido de desenvolver um trabalho de combate firme a criminalidade.