O governador Tião Viana realizou na tarde desta terça-feira, 5, reunião para discutir os investimentos na cadeia do açaí este ano.

 Por Samuel Bryan 

Governo já plantou mais de 600 mil mudas de açaí em todo o Estado (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Governo já plantou mais de 600 mil mudas de açaí em todo o Estado (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O governo já plantou mais de 600 mil mudas e planeja dobrar o número com investimentos públicos e do setor privado.

“Nós temos um compromisso firme e sério com o desenvolvimento da cadeia do açaí no Acre. É um projeto de muito comprometimento para nós”, disse.

Somente em Feijó, a cadeia do açaí terá 240 mil mudas produzidas neste ano pelo governo do Estado, sendo plantadas em 1.855 hectares, beneficiando mais de mil famílias, inclusive em aldeias indígenas. Até 2017, aldeias do povo Yawanawa devem receber 100 mil mudas.

O estado contabiliza um plantio de mais de dois mil hectares entre 2011 e 2016. A previsão para este ano é de plantar 700 hectares, e até 2018 atingir mais de cinco mil hectares plantados por meio da agricultura familiar e da iniciativa privada.

Além disso, a Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) planeja reativar o viveiro do sistema prisional do Acre para produzir mais 100 mil mudas. E o setor privado também está se movimentando, possuindo cerca de um milhão de mudas para projetos que visam a industrialização e exportação no estado. Para se ter uma ideia, quatro projetos de grandes produtores já estão em avaliação de crédito no Banco da Amazônia.

O investimento do governo no projeto açaí é tão importante que a Seaprof, junto ao Instituto Dom Moacyr (IDM), oferecerá cursos para os produtores de boas práticas, para gerar um açaí de qualidade. A própria Seaprof deve lançar ano que vem uma marca chamada “Selo Verde”, que irá identificar o açaí acreano de boa qualidade.

“A ideia é essa: que os produtores sejam capazes de oferecer um produto de qualidade desde o plantio, a coleta e o processamento. Que tenham boas águas para o processo, que o fruto seja primoroso e que sejamos capazes de até triplicar a produção de açaí no Acre”, conta o secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, Glenilson Figueiredo.

Até 2018, a meta é atingir mais de cinco mil hectares plantados (Foto: Pedro Devani/Secom)
Até 2018, a meta é atingir mais de cinco mil hectares plantados (Foto: Pedro Devani/Secom)