Presidente da Câmara diz que trabalho deve ser feito após recesso.

A Câmara Municipal de Epitaciolândia, deve avaliar a conduta do vereador Carlos Portela (PPS). A informação foi confirmada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Marco Ribeiro (PSB).

Segundo Marcos Ribeiro, o trabalho deve ser feito após o recesso parlamentar, cuja data de término é dia 15 de fevereiro. O presidente da Casa afirma que, até o retorno das atividades, nenhuma providência deve ser tomada. Para ele, ainda é cedo dizer se houve ou não quebra de decoro.

“Eu não conversei com o vereador [Carlos Portela] ainda e tenho que saber todas as versões dos fatos para ver se foi alguma denúncia ou uma brincadeira. Temos que fazer todo um levantamento para que seja tomada alguma posição”, diz.

O presidente da Câmara de Epitaciolândia acrescenta que conhece a cantora e que ela é reconhecida por ser “brincalhona”. “Eu conheço aquela mulher [Madona] e ela é bastante extrovertida e muito brincalhona, tem esses tipos de brincadeiras que, quando se tornam públicas, fica escandaloso”, fala.

Ribeiro ressalta que somente depois da análise do caso e mediante o regimento interno, a Casa deve tomar uma decisão a respeito da conduta de Portela.

“O regimento tem algumas restrições sobre o comportamento do vereador. Temos que observar bem, porque a quebra de decoro é mais dentro da Casa legislativa. Por isso, não se pode tomar nenhuma posição sem estudar bem o regimento em relação a isso”, acrescenta.

portela

Caio Fulgêncio Do G1 AC