Eles receberam a promessa de que atuariam como missionários no México e receberiam um salário de US$ 1.300 por mês

A promessa de viverem a vida como missionários evangélicos no México levou oito haitianos que já moram há quatro anos em São Paulo a desembolsar R$ 40 mil a um homem que se apresentou como bispo da Igreja Mundial do Poder de Deus. Anderson Rezende prometia um salário de US$ 1,3 mil para cada um deles, mas antes precisavam fazer um depósito de R$ 5 mil para bancar as despesas da viagem.

No dia do embarque, em 27 de maio, o bispo sumiu com o dinheiro e os documentos dos haitianos. Ele desligou o telefone e fugiu de sua casa. Dupuy Valere, 28, e os outros sete haitianos tiveram todos os documentos levados.

A Igreja Mundial do Poder de Deus confirmou que Anderson Rezende era bispo da entidade evangélica, mas alega que ele se desligou em junho do ano passado para abrir uma nova igreja.

Anderson usou recibos e fichas de inscrição com a identificação da entidade. Além disso, fez reuniões com os haitianos sobre a viagem ao México dentro da unidade de Itaquera. A Igreja Mundial do Poder de Deus nega que contrate missionários para países estrangeiros.

Haitianos têm recibo de pagamentos feito a bispo/Foto: Edgar Maciel/CBN
Haitianos têm recibo de pagamentos feito a bispo/Foto: Edgar Maciel/CBN

Com informações da CBN