Mulher é presa com celular escondido em tornozeleira eletrotônica, um carregador e chip tentando entrar no presídio Antônio Amaro 

Lyllia Camargo

presa-com-droga-no-presidioVânia Maria de Souza Oliveira, 41 anos, foi presa após ser flagrada tentando entrar no presídio Antônio Amaro na manhã deste domingo, 31, com aparelho celular.

A mulher usava tornozeleira de monitoramento eletrônico por estar em regime semiaberto.

Os agentes penitenciários como apoio de policiais militares realizavam revistas aos visitantes do presídio quando na vez de Vânia Maria foi encontrado embaixo de sua tornozeleira, um aparelho celular com chip e um carregador.

Diante do flagrante foi lhes dado voz de prisão e encaminhada à Delegacia de  Flagrantes (DEFLA), para ser apresentada a autoridade de polícia civil onde de certo perderá o beneficio de regime semiaberto.