O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) fez a entrega das novas instalações do edifício-sede de Brasileia
Por Assessoria MPAC
IMG_0073
IMG_0119Ministério Público entrega novas instalações de edifício-sede de Brasileia com informações do MP/AC 29/05/2015 17:02:18 0131 Em solenidade realizada nesta sexta-feira, 29, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) fez a entrega das novas instalações do edifício-sede de Brasileia. O prédio agrega as Promotorias Criminal e Cível de Brasileia, além da Promotoria Cumulativa de Epitaciolândia.
h
Inaugurada em 2007, a unidade ministerial apresentava vários problemas estruturais. Agora, com a reforma, que custou mais de R$ 720 mil, provenientes do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), passou a contar com quatro gabinetes, sala de reunião, sala de assessoria e arquivo, como também com auditório que tem capacidade para receber 50 pessoas. “Hoje, nós estamos recebendo um prédio para melhor atender à população”, comenta a promotora de Justiça Maria Fátima Ribeiro.
IMG_0123
102 outros espaços, distribuídos em dois  pavimentos, também foram criados com a reforma e ampliação, como sala de audiências, plataforma para acessibilidade de pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção, entre outros, que trouxeram melhores condições de trabalho para membros e servidores, bem como, maior comodidade para os cidadãos que procuram o Ministério Público.
d
Em seu discurso, o procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto agradeceu a presença de autoridades e demais convidados e disse que a reforma e ampliação trouxeram mudanças significativas.
s
“Sou de um tempo em que ser promotor de Justiça no interior não era apenas um desafio, mas uma aventura. Hoje nós inauguramos um edifício com todas as condições para que os promotores e servidores possam desenvolver bem as suas funções e, com isso, quem ganha é a população de Brasileia, que passou por um momento tão difícil com a cheia do rio Acre”, destacou.
d
O presidente da Associação dos Membros do Ministério Público do Acre (Ampac), promotor de Justiça Admilson Oliveira e Silva, lembrou o esforço da gestão para que a reforma fosse concluída. “Em tempos de crise, de dificuldades, é preciso fazer uma verdadeira engenharia para inaugurar uma obra como esta”, enfatiza.
 IMG_0126