Uilian, do Tigre do Abunã, lamenta resultado negativo na estreia, mas garante que time vai evoluir. Derrota deixa equipe do interior na penúltima posição

GARRAA derrota por 2 a 0 para o Galvez não estava nos planos do Plácido de Castro para a estreia no Campeonato Acreano 2015, na noite da última quinta-feira, na Arena da Floresta, em Rio Branco. O meia Uilian, do Tigre do Abunã, lamentou o resultado negativo e garantiu que a equipe do interior vai brigar pelo título estadual, assim como nas temporadas anteriores, mesmo tendo um time bastante modificado.

– A gente passa um mês e meio treinando para chegar na primeira rodada e conquistar os três pontos, mas a equipe do Galvez também fez por onde. O nosso time está bem modificado. Estamos conhecendo os companheiros ainda. O Plácido sempre brigou por títulos e agora não vai ser diferente. Vamos trabalhar forte para corrigir os erros para que possamos conquistar os três pontos em cima do Rio Branco – afirmou.

O meia destacou que a equipe deixou a desejar em vários setores e citou o gol de bola parada sofrido, o primeiro do Imperador no jogo, como falha determinante para o revés na primeira partida do estadual.

– Erramos em vários setores. Bola parada é o que mais treinamos e levamos um gol em falha nossa – comentou.

A derrota na estreia deixa o Plácido de Castro na sétima e penúltima posição no Campeonato Acreano. O Tigre do Abunã vai tentar a recuperação no domingo (15), contra o Rio Branco, no estádio Florestão, na capital. A partida está marcada para às 17h30 (local).

Por GloboEsporte.com Rio Branco, AC