A apreensão de sete fuzis foi na BR-262, que liga Corumbá a Campo Grande. As armas iriam para o Rio de Janeiro.

pastores

Três pastores da Igreja Mundial do Poder de Deus foram presos em flagrante com sete fuzis que seriam entregues ao tráfico do Rio de Janeiro. A Polícia Rodoviária Federal apreendeu sete fuzis 5.56 que tinham como destino Niterói (RJ). A apreensão ocorreu na tarde de ontem, em Miranda, na BR 262.

A apreensão ocorreu quando os policiais abordaram um veículo Vectra, de Três Lagos, que estava sendo ocupado por duas pessoas que se identificaram como pastores da  Igreja Mundial, sendo o condutor S. B. F. N., 42 anos e o acompanhante F. F. M., 31 anos.

Para a polícia, eles tetaram dizer que tinham ido a Corumbá para fazer uma pregação aos fiéis, porém como estavam nervosos e caíram em contradição, a polícia decidiu realizar uma vistoria no carro onde encontraram sete fuzis de fabricação norte-americana, marca Bushmaster, Modelo M-15, Calibre 5,56. As armas estavam escondidas em compartimentos de fundo falso nas portas dianteira e traseira e assento traseiro do veículo.

Para facilitar o transporte, as armas estavam desmontadas e envolvidas por material plástico. Aos policiais, o condutor disse que iria encontrar uma pessoa em Campo Grande e que os dois viajariam para Niterói, onde as armas seriam entregues a traficantes da região.

Os policiais se dirigiram para Campo Grande e prenderam F.J.S.F, de 36 anos, próximo a uma residência no bairro Nova Bandeirantes, que também se identificou com sendo pastor da mesma igreja.

Apóstolo armado

O apóstolo Valdemiro Santiago, líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, também já foi preso por porte ilegal de armas. Em 2003, foi preso durante uma blitz em Sorocaba. Ele estava levando consigo uma escopeta, duas carabinas e também 400 caixas de munição. Mais armas e munição foram apreendidas em sua casa. Valdemiro alegou que as armas são de caça e estavam sendo levadas para um amigo.

Fonte: noticias.gospelmais.com