Elenco Cruz-Maltino se prepara para enfrentar o Náuas, no domingo(8), na Arena do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Técnico quer coletivo nesta quinta-feira (5), se não chover

Com chuvas constantes na capital acreana, elenco do Vasco-AC tem feito apenas trabalhos físicos (Foto: Duaine Rodrigues)
Com chuvas constantes na capital acreana, elenco do Vasco-AC tem feito apenas trabalhos físicos (Foto: Duaine Rodrigues)

Após a derrota por 4 a 2 para o Galvez na estreia do Campeonato Acreano, o Vasco-AC se prepara para enfrentar o Náuas, no domingo (8), às 18h (do Acre), na Arena do Juruá, na cidade de Cruzeiro do Sul, a 648km de Rio Branco, capital do estado. No entanto, as constantes chuvas na capital têm prejudicado os treinos táticos programados pelo técnico Célio Doka para a semana.

De acordo com o treinador, desde a derrota para o Galvez, no domingo (1º), o elenco têm feito apenas trabalhos físicos, pois o campo da Fazendinha,  local de treinos da equipe, está ‘encharcado’. O coletivo de apronto do time está  previsto para esta quinta-feira (5), mas ainda não foi confirmado pela diretoria do clube. Doka ressalta que só realizará o treino se não chover.

– Os atletas estão trabalhando na academia, pela manhã, e tático só na lousa, porque no campo não tem condições, não é seguro. Se não conseguirmos fazer o coletivo, permanecerá o elenco do segundo tempo praticamente. Mudarei umas três peças, mas nada que altere o esquema – comenta.

A delegação do Cruz-Maltino que vai seguir para Cruzeiro do Sul deve ser formada por 18 jogadores e cinco integrantes da comissão técnica. A viagem está marcada para a tarde do sábado (7), quando os jogadores seguem de ônibus até a cidade do Vale do Juruá. Apesar de reconhecer que a longa jornada de quase 12h dentro de um ônibus pode prejudicar o desempenho do time, Doka diz que as expectativas para a partida contra o Cacique do Juruá são as melhores.

 – Com certeza, os atletas sentirão o peso de jogar após uma viagem como essa, longa e cansativa. As pernas ficam paradas por muito tempo e isso prejudica a circulação, mas não há como evitar. Temos oito baixas. Dos jogadores que estavam impedidos de jogar, apenas o Mandim foi liberado. Mesmo assim, dá para ir a campo com um elenco tranquilo e fazer uma boa apresentação na Arena do Juruá – completou.

Por Nathacha Albuquerque: loboesporte.globo.com