Tião Viana procura agilizar para que desabrigados pela cheia sejam logo beneficiados com uma unidade habitacional

Por Samuel Bryan

CASA DO POVO

O governador Tião Viana comandou na manhã desta segunda-feira, 23, na Casa Rosada, reunião para dar celeridade à liberação de unidades habitacionais prontas para famílias carentes atingidas pela cheia do Rio Acre ou que morem em área de risco em Rio Branco. Participaram do encontro o prefeito Marcus Alexandre e representantes da secretarias de Obras e de Habitação, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Segundo o governador, a burocracia tem impedido quase mil famílias de serem beneficiadas com uma nova casa. Só na Cidade do Povo, 600 moradias já estão prontas, no Rui Lino são 232 e no residencial Cabreúva, mais 112. “São mais de duas mil pessoas que nós podemos ajudar imediatamente. Imagina nós podermos levar essas famílias atingidas direto para uma casa nova, em vez do abrigo no Parque de Exposições”, ressaltou Tião Viana.

Já nesta segunda-feira, 23, a prefeitura liberou o documento de Habite-se. Já o governo do Estado se prepara para emitir ainda hoje também a Licença de Operação. Para os bancos financiadores, faltam ainda as vistorias nas unidades e a documentação de liberação vinda do Ministério das Cidades e do Ministério da Integração.

O prefeito Marcus Alexandre lembrou que foram as iniciativas habitacionais do Estado que mudaram a realidade na alagação. Em 2005, quando o Rio Acre chegou em 14,42 metros, a prefeitura já havia removido 51 famílias para o abrigo. Hoje, com 14,54 metros, só existem seis famílias desabrigadas. “Os esforços na área de habitação do governador ajudaram muito o povo em Rio Branco. Nós já tivemos condições muito difíceis, mas com incentivos como a Cidade do Povo essa realidade mudou”, disse o prefeito.