Momento em que Everaldo apresenta o documento onde decreta Estado de Emergência oficial em Brasiléia.

Decreto de Emergência assinado pelo prefeito de Brasiléia.
Decreto de Emergência assinado pelo prefeito de Brasiléia.

O governador do Acre, Sebastião Viana (PT), esteve na cidade de Brasiléia, na fronteira com a Bolívia, para ver de perto os problemas causados pela nova enchente em sua cidade natal, que está perto da cota alcançada no ano de 2012.

Everaldo Gomes havia recebido a visita antecipada da vice governador Nazaré Lambert, onde sobrevoo o rio Acre até próximo a sua nascente, após o município de Assis Brasil ser alagada também na semana passada, além da cidade vizinha de Iñapari, lado peruano.

Com a presença do governador na fronteira, Everaldo Gomes assinou o Decreto Emergencial, após receber todos os dados necessários do Corpo de Bombeiros, coordenado comandante geral no Estado pelo Coronel Gundim, e Defesa Civil, coordenada também pelo coronel BM Batista, que responde pelo órgão no Acre.

No ato da assinatura, estava presente vários secretários municipais, estaduais e políticos, além da imprensa que se encontrava na fronteira, para registrar a enchente.

00059.MTS_.Still001-660x371Alexandre Lima: oalto acre