Medo: faltam apenas 50 centímetros para que as águas do rio Madeira avança para invadam a BR-364 

Ai0qCxkjNnjZaJg_gUq2Gvfnzn7OcOvjMnyWKqauBNe4

O nível do Rio Madeira vem subindo gradativamente nos últimos dias e nas primeiras horas desta quarta-feira de cinzas, 18, o manancial marca os 15, 64 metros. Ontem, 17, registrou 15, 66m. De acordo com a Defesa Civil de Porto Velho falta 1,04 metro para atingir a cota de alerta que é 16,68m.

A reportagem do ac24horas obteve imagens atualizadas das margens da BR 364, em especial do KM 862, primeiro trecho que foi invadindo pelas águas. De acordo com a equipe de monitoramento da Defesa Civil do Acre e Rondônia e do Corpo de Bombeiros, em alguns trechos falta um 1,5 metro para as águas invadirem a pista, mas em outros considerados alagadiços essa medição varia registrando pouco mais de 0,50 centímetros para que as águas invadam a estrada.

A informação foi averiguada in loco nesta terça-feira, 17, e as fotos foram divulgadas para comprovar que a Estrada não encontra-se inundada. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil explica que além da parceira no monitoramento dos rios pela Defesa Civil do Acre e Rondônia, dois homens do Corpo de Bombeiros do Acre realizam vistorias diariamente para acompanhar a evolução do Madeira ao longo da BR 364, em especial na entrada do distrito de Jaci Paraná, distante cerca de 100 quilômetros de Porto Velho, trecho considerado inundável por estar situado próximo a Hidrelétrica Santo Antônio e também ao longo do KM 862, primeiro ponto que foi invadido pelas águas no ano passado.

Na divisa entre o Rio Madeira e Abunã o nível das águas continuam subindo e registra nas primeiras horas de hoje 21,42 metros. No inicio da semana o manancial marcou 21,32m, segundo boletim da Agência Nacional de Águas e das Coordenadorias Estaduais de Defesa Civil do Acre e Rondônia.

AjuRYo9WaRcyfT7GmNm9ax_56hjENtChXsBRKwvedWg5

Ângela Rodrigues, ac24horas