Nazaré Araújo assina documento de outorga. Mais de 60 famílias foram beneficiadas

Por Jane Vasconcelos 

(Foto: Angela Peres/Secom)
(Foto: Angela Peres/Secom)

A vice-governadora Nazaré Araújo participou nesta sexta-feira, 13, da solenidade de outorga dos títulos definitivos de propriedade aos moradores da Vila Verde, no Projeto de Assentamento Figueira, em Rio Branco. São 10 hectares localizados no km 60 da Estrada Transacreana.

Um momento especial para as mais de 60 famílias que moram ali e passavam por dificuldades, uma vez que a prefeitura não tinha recursos para investir no local. Agora as ações de infraestrutura e a construção de equipamentos públicos poderá ser feita. A primeira delas será a reforma do posto de saúde.

A equipe do Iteracre fará a demarcação dos lotes, e a prefeitura, a entrega dos títulos gratuitos aos moradores. Abidenes Campos falou em nome da comunidade: “Este documento trará muitos benefícios dos quais estamos precisando, como asfalto, água e segurança. É uma felicidade pra nossa comunidade”.

incra_entrega_titulos-_prefeitura_rio_branco_13_02_2015_angela_peres-3-300x185O secretário do Ministério de Desenvolvimento Agrário, Sérgio Roberto Lopes, falou sobre o trabalho desenvolvido pelo governo federal: “Na Amazônia Legal, 11 milhões de hectares já foram regularizados”.

Já o prefeito de Rio Branco, Marcos Alexandre, afirmou: “Estamos juntos, prefeitura e governo, buscando alternativas de renda com os pequenos negócios, buscando recursos pra fazer a infraestrutura da Vila Verde e dar sequência ao trabalho que começamos”.

A vice-governadora Nazaré Araújo ressaltou a alegria, principalmente das mulheres presentes à solenidade, que já esperavam ansiosas pelo título definitivo de seus lotes e finalmente poderão chamar de seu o que vêm construindo ao longo dos 17 anos em que a vila existe. “Acima de tudo, trabalhamos pela melhoria da nossa sociedade. Esse trabalho, essa parceria com a prefeitura e o governo federal só fortalecem mais  as ações necessárias à comunidade, como esta da Vila Verde”, disse.

(Foto: Angela Peres/Secom)
(Foto: Angela Peres/Secom)