Na tarde desta terça-feira, 10, a Policia Civil prendeu Renato Vilela no Posto de Saúde do Bairro São Francisco.

medico-no-acre-preso

Ele é acusado de exercer a medicina sem ter o registro no Conselho Regional de Medicina.

Pelo menos 20 pessoas  aguardavam para ser atendidas pelo falso médico nesta tarde. Além de atendimentos que realizava como clínico geral,  a polícia também recebeu a informação de que Renato realizava pequenas cirurgias.

De acordo com a polícia, Vilela se formou em Cochabamba, na Bolívia, e exercia a profissão ilegalmente em Rio Branco.

O médico sem registro responderá por falsidade ideológica e exercício ilegal da Medicina. 

Renato foi encaminhado a Delegacia de Flagrantes e em seguida foi levado a Delegacia da 3ª Regional.

“Ele utilizava um carimbo com CRM de Minas Gerais, verificamos junto ao CRM-MG e constatamos que não existe esse registronaquele órgão. Vamos dar continuidade à investigação e ele pode, inclusive, responder por outros crimes”, explica.

O delegado informou ainda que deve investigar a informação de que Renato Vilela tirava plantão para outros médicos na capital. “Vamos verificar e, se for verdade, esses médicos também podem responder criminalmente.

‘Às vezes o dinheiro quer falar mais alto’

Na unidade do São Francisco ninguém quis se pronunciar oficialmente, no entanto, de acordo com funcionários do local, Vilela já estava trabalhando no local há cerca de dois meses.
 

dsc_0727

Fonte: ac24horas