A deputada Leila Galvão (PT) em seu primeiro pronunciamento na tribuna na sessão desta quarta-feira, 4, agradeceu a população acreana pelo voto de confiança que lhe foi dado nas urnas nas últimas eleições.

leila leila

A parlamentar garantiu trabalhar em prol da população acreana, em especial a do Alto Acre, nos quatro anos de mandato. “Estou aqui para somar com os demais deputados, já fui vereadora, vice-prefeita, prefeita, mas sou humilde o suficiente para dizer que estou aqui para aprender. Nesta Casa representarei a população do Acre, em especial os moradores do Alto Acre, mas sempre respeitando a ideologia de cada partido e de cada deputado”, afirmou.

A deputada falou ainda sobre os avanços ocorridos no Estado do Acre durante os governos da Frente Popular. De acordo com a parlamentar, o governador Tião Viana (PT) tem feito um “excelente” trabalho tanto na capital quanto no interior do Acre.

“Moro há 45 anos no Alto Acre e sei das dificuldades que a população de lá passava, sei que temos problemas, mas a verdade é que melhoramos significativamente nos setores de educação, segurança e saúde. Tião Viana vem fazendo um trabalho de excelência à frente do Governo do Estado e não podemos negar que as coisas melhoraram significativamente no Acre”, disse.

Leila Galvão fez ainda duas indicações ao Governo do Estado. Uma delas pede que o Executivo interceda junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), solicitando melhorias para a BR-317 no trecho que liga o município de Xapuri a Epitaciolândia. Segundo ela, as más condições do trecho estaria causando perigo aos condutores que trafegam naquela BR.

A outra indicação trata da construção da ponte que liga o centro de Xapuri a Sibéria, um grande sonho dos moradores daquela região, segundo a deputada. Ela pediu que os colegas parlamentares se unissem em busca de um apoio para construção da ponte junto à bancada federal do Acre. “Precisamos sensibilizá-los e pedir que suas emendas sejam alocadas em favor do Estado, em especial de Xapuri para que, enfim, possamos construir a ponte da Sibéria”, finalizou.

Mircléia Magalhães Agência Aleac