Doações serão entregues aos 538 desabrigados e mais de 17 mil pessoas atingidas pela cheia

Por Terezinha Moreira

(Foto: Assessoria Seaprof)
(Foto: Assessoria Seaprof)

Ao todo, 300 sacolões com alimentos, 150 colchões e 100 galões de 20 litros de água potável seguem nesta quinta-feira, 19, para Tarauacá (400 quilômetros de Rio Branco), onde serão distribuídos aos 538 desabrigados e mais de 17 mil pessoas atingidas pela cheia do Rio Tarauacá.

A Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) se uniram para ajudar a população daquele município. Militares do Corpo de Bombeiros ajudam no embarque dos produtos.

O secretário-adjunto da Seaprof, Clóvis Melo, explicou que essa ação está acontecendo em todas as instituições do governo do estado, em um esforço conjunto de solidariedade, garantindo apoio ao município, que está passando por uma calamidade.

Indígenas

A Divisão de Extensão Indígena da Seaprof também mobiliza os servidores para ajudar ao menos 565 índios da etnia Yawanawá, em seis aldeias, que foram atingidos inesperadamente pelas águas do Rio Gregório, afluente do Rio Tarauacá, durante o fim de semana. Estão sendo recolhidas doações de roupas.