O jovem boliviano, Landy Juniors Justiniano Carrizo, estava viajando rumo ao Sul do País com a droga.

Droga estava nos forros da bolsa – Foto: Alexandre Lima
Droga estava nos forros da bolsa – Foto: Alexandre Lima

IMG_6198Agentes federais da Polícia Rodoviária Federal – PRF, que montaram uma barreira próximo ao posto localizado na BR 317, sentido Epitaciolândia/Rio Branco, obtiveram êxito em reter pessoas que tentavam levar produtos ilegais até a capital do Acre e regiões do Sul do Brasil.

A primeira ação resultou na detenção de um veículo modelo VW/Parati, que se deslocava rumo a Capital acreana, com uma grande carga de produtos adquiridos no lado boliviano, sem que tivessem realizado o desembaraço fiscal junto à Receita Federal.

Duas pessoas foram detidas e responderão por contrabando de 1.029 itens (isqueiros, pilhas, celulares, roupas, eletrônicos, etc.), e será dado o perdimento total por não terem notas fiscais e origem duvidosa dos produtos.

Momentos depois, um jovem boliviano, Landy Juniors Justiniano Carrizo (22), estava viajando rumo ao Sul do País, precisamente o estado de São Paulo, quando foi localizado dentro de um taxi e chamou atenção dos policiais sendo interrogado.

Como não soube explicar o motivo de sua viajem, passou por uma revista e perceberam que os bolsos laterais de sua mala de viajem, estavam com peso e espessura acima do normal. Uma breve revista constatou que algo suspeito foi posto entre os forros.

Ao abrir, perceberam que havia cloridrato de cocaína, cerca de 1600 gramas. O boliviano recebeu voz de prisão e conduzido a sede da delegacia da Polícia Federal na cidade de Epitaciolândia, onde seria ouvido e responderá pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes.

O jovem poderá ser transferido ao presídio na Capital nas próximas horas, onde ficará a disposição da Justiça até seu julgamento.

Contrabando de mercadorias apreendido somaram mais de 1000 itens – Foto: Alexandre Lima
Contrabando de mercadorias apreendido somaram mais de 1000 itens – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima: oaltoacre