Atualmente divorciado, Marino entrou para história ao protagonizar o primeiro “casamento gay”

Atualmente divorciado

O que um candidato não é capaz de fazer para chamar a atenção dos eleitores e conquistar votos. Na manhã desta sexta-feira, 15,  por exemplo, o presidente da Associação dos Homossexuais do Acre (AHAC), Germano Marino, candidato a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores, resolveu inovar em sua campanha e se fantasiou com os trajes da “Mulher Maravilha”, uma super-heroína , personagem fictícia de histórias em quadrinhos.

Marino usou a sua página no facebook para divulgar as fotos aonde ele e seu grupo de apoiadores aparecem distribuindo santinhos. Em uma das imagens, o ativista GLBT posa em frente a Assembleia Legislativa.

“Todo mundo tem um super-herói dentro de si. Você deve se perguntar, o porquê da Mulher Maravilha? Escolhi o personagem ficção para me aproximar das pessoas, um personagem feminino, que traz o poder da luta pela justiça social, um super-herói da Liga da Justiça. Sendo ou não a Mulher Maravilha, sei que posso estar ajudando a defender as boas causas para todos”, comentou Marino.

Germano já foi candidato por uma vaga a Câmara Municipal nas eleições de 2008. Em 2014, o ativista declarou que poderá gastar até R$ 600 mil em sua campanha.

Atualmente divorciado, Marino entrou para história ao protagonizar o primeiro “casamento gay” do Estado. Na oportunidade, ele se uniu ao seu então parceiro Denis Tuesta.

Da redação ac24horas